Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ad

Apple Kuchen ou Bolo de maçã alemão

Bolo de maçã alemão7.jpg

Uma das vantagens de viver no campo é que ter acesso à melhor fruta, na sua época, sem tratamentos químicos. Cá em casa terreno não falta e temos uma série de árvores de fruto, nomeadamente  maçãs, tangerinas, laranjas, kiwis, pêssegos, ameixas, romãs, dióspiros, nêsperas, uvas, pêras, morangos, cerejas e outras frutas que nem me lembro!

A parte boa é que, sendo a época, quando me apetece basta colher diretamente da árvore. A parte menos boa é que, mesmo partilhando com vizinhos, há sempre fruta que cai no chão (outra nem chega a ser colhida) e apodrece.  

Mas as macãs, essas costumamos colhê-lhas no Outono e guardamos em caixas, entre palha. Com o passar das semanas, elas acabam de amadurecer e são tão tão boas!

Depois de ver esta delícia de bolo na Aliter Dulcia, não hesitei em ir buscar algumas maçãs à caixa e coloquei as mãos na massa! 

Esta sobremesa, de origem alemã, é tão mas tão simples de fazer e deliciosa ao mesmo tempo.

 

Ingredientes:

Para a massa:

250 gramas de farinha de trigo, tipo 55

35 gramas de açúcar

1 colher de sopa rasa de fermento em pó

1 colher de chá de extrato de baunilha

125 gramas de margarina a temperatura ambiente

125 ml de leite meio gordo

 

Para o recheio:

3 maçãs descascadas e descaroçadas

2 ovos médios

250 ml de leite meio gordo

175 gramas de açúcar

Açúcar em pó e canela para polvilhar

 

Preparação:

Ligue o forno nos 175º.

Forre uma forma quadrada, com 20 cm de lado com papel vegetal.

Misture 35 gramas de açúcar com a margarina a temperatura ambiente, até formar um creme.

Adicione a farinha, o fermento e a baunilha. Misture bem com uma colher de pau e vá adicionando 125 ml de leite, até obter uma pasta mole.

Coloque a massa na forma e alise ligeiramente, com a ajuda de uma espátula de silicone.

Corte as maçãs em "gomos" com cerca de 5 mm e disponha-as de forma organizada e bonita, por cima da massa.

Bata os ovos com o açúcar restante e adicione o leite aos poucos, sem parar de mexer, até obter um creme homogéneo, sem grumos.

Verta a mistura dos ovos, espalhando, por cima das maçãs e leve ao forno durante cerca de 50 minutos, até ficar bem dourado.

 

Deixe arrefecer durante, pelo menos, duas horas antes de servir. O ideal é fazer de véspera.

Sirva polvilhado com um pouco de açúcar em pó e canela.

Bolo de maçã alemão1.jpg

Bolo de maçã alemão5.jpg

Bolo de maçã alemão10.jpg

Bolo de maçã alemão14.jpg

Bolo de maçã alemão17.jpg

Bolo de maçã alemão20.jpg

 

Pão de mistura com farinha de shitake

pão mistura centeio e cogumelos4.jpg

 

Há uns tempos atrás conheci a C. Da Rota dos Gnomos, uma pequena exploração de cogumelos shitake em Paredes de Coura. Digo-vos que frescos são excelentes, carnudos e saborosos. No entanto, quando há um excedente de produção, as empresárias desidratam-nos e são, posteriormente, comercializados em embalagens de 30 gr.

A minha primeira sugestão para utilizar estes fantásticos cogumelos, de uma forma nada convencional, que se alia à minha nova dieta, em que tenho que consumir apenas pão escuro.

 

Ingredientes:

30 gramas de cogumelos shitake desidratados

40 gramas de fermento fresco de padeiro

350 gramas de farinha de centeio

125 gramas de farinha de trigo integral

1 colher de chá de sal

25 ml de óleo vegetal

400 ml de água

 

Preparação:

Reduza os cogumelos a farinha utilizando o moínho do café bem limpo ou o no robot de cozinha. Reserve.

Num recipiente, coloque as farinhas, os cogumelos pulverizados e o sal.

Aqueça a água até ficar morna e dilua nela o fermento, juntamente com o óleo. (Não aqueça demasiado, para não anular o efeito do fermento)

Faça uma cavidade no centro e adicione a mistura dos líquidos.

Mexa com uma colher de pau até obter uma massa homogénea. Caso necessário, adicione um pouco de farinha.

Forme uma bola com a massa e deixe levedar num recipiente bem tapado com película aderente ou um pano quente, durante cerca de uma hora ou até ter duplicado o seu volume.

Ligue o forno nos 200º.

Polvilhe o fundo de uma panela de ferro fundido ou barro com um pouco de farinha e coloque a massa. Tape e leve ao forno (sem pré-aquecer), durante meia hora. Retire a tampa do tacho com cuidado para não se queimar e deixe mais 10 minutos no forno.

Deixe arrefecer em cima de uma grelha antes de servir.

pão mistura centeio e cogumelos1.jpg

pão mistura centeio e cogumelos2.jpg

pão mistura centeio e cogumelos5.jpg

 

pão mistura centeio e cogumelos7.jpg

pão mistura centeio e cogumelos8.jpg

 

 

 

Nova coleção PARFOIS Desert

Pág. 3/3