Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ad

Pão de Ló

pão de ló 20161.jpg

Domingo de Ramos, primeiro dia de primavera e umas galinhas trabalhadoras que não param de por ovos :)

Como se precisasse de uma desculpa para fazer mais um bolo...

Deixo-vos com a receita do primeiro pão de ló de 2016 cá em casa.

 

Ingredientes:

7 ovos

7 gemas

350 gramas de açúcar

225 gramas de farinha para bolos com fermento

3 folhas de papel almaço (ou cavalinho A3 em alternativa) 

 

Preparação:

Ligue o forno nos 175º. Forre uma forma de barro para pão de ló com o papel formando uma espiral. Reserve. Se não tiver forma de barro, poderá fazer numa forma de chaminé.

Junte num tacho antiaderente os ovos, as gemas e o açúcar.

Leve a fogo médio, sem parar de mexer, até o açúcar dissolver.

Verta a mistura de ovos e açúcar para a taça da batedeira e bata na velocidade máxima durante, pelo menos, 15 minutos. Deverá obter um creme muito volumoso e esbranquiçado, com cerca do triplo do volume inicial.

Peneire a farinha e envolva-a no creme, com a ajuda de uma espátula de silicone e sem fazer movimentos demasiado bruscos.

Verta a massa na forma e alise ligeiramente a superfíce.

Coloque a tampa, deixando de fora as pontas do papel e leve ao forno durante 50 minutos. Abra com cuidado para não se queimar e faça o teste do palito. Se aos 50 minutos o palito sair seco, retire do forno e deixe arrefecer. Caso contrário, deixe mais 10 minutos.

 

Dicas:

Se não tiver forma de barro, poderá fazer numa forma de chaminé. Tenha em atenção que, ao não ter tampa, o bolo pode queimar por cima, pelo que deverá cobrí-lo com um pouco de papel alumínio depois dos primeiros 30 minutos no forno.

Pode adicionar-se um pouco de raspa da casca d elimão ou laranja, para dar sabor.

pão de ló 20163.jpg

pão de ló 20164.jpg

 

 

Feijoada vegan de soja

soja com legumes8.jpg

Hoje venho apresentar-vos mais uma das receitas criadas para me ajudar na perda de peso. Não que eu seja vegetariano ou vegan mas a verdade é que, cada vez mais, prescindo da carne e do peixe.

Esta é, sem dúvida, uma opção equilibrada e saborosa, que nos enche a barriga e a alma :)

Talvez se espantem quando digo para cobrir tudo com água, devem imaginar que irá sair daí uma caldeirada insípida, mas a verdade é que esta receita fica mesmo deliciosa!

Quem disse que não se pode fazer feijoada sem um bom pedaço de bacon? Pois, tinha razão! 

 

 

Ingredientes para 6 pessoas:

1 copo e meio de soja em grão

1 cebola média

2 dentes de alho

1 beringela

1 courgete

1 pimento vermelho

1 cenoura

350 gramas de polpa de tomate

1 colher de sobremesa de ervas aromáticas secas

2 colheres de sopa de azeite

sal q.b

 

Preparação:

Lave o grão de soja e demolhe durante cerca de 4 horas, no frio.

Entretanto, descasque a cenoura, os alhos e a cebola. Corte todos os legumes em pedaços com cerca de 1,5 cm. Reserve.

Retire a água da soja e coloque os grãos num tacho grande. Cubra com água fria, coloque a tampa e leve ao lume, a fogo médio/alto. Deixe ferver durante 15 minutos.

Adicione os legumes, a polpa de tomate, o azeite e as ervas aromáticas e volte a cobrir com água.

Deixe cozinhar em fogo médio, sem tampa, mexendo de vez em quando, durante cerca de uma hora. Quando os legumes estiverem cozidos e se tiver formado um molho grosso, tempere com sal e ajuste as ervas.

 

Sirva bem quente com um bom pedaço de pão caseiro.

soja com legumes2.jpg

soja com legumes3.jpg

soja com legumes4.jpg

soja com legumes5.jpg

soja com legumes6.jpg

soja com legumes7.jpg

soja com legumes8.jpg

 

Pão da semana

pão mistura integral3.jpg

Além de ser saboroso e rico em fibras, este pão saudável é de muito fácil preparação e, se o guardarem numa caixa hermética, conseguem desfrutar dele ao longo da semana, com o mesmo aroma do primeiro dia.

 

Ingredientes:

250 gramas de farinha de centeio integral

200 gramas de farinha de trigo integral

10 gramas de farinha de alfarroba

30 gramas de óleo vegetal

1 colher de chá de sal

25 gramas de fermento fresco de padeiro

250 ml de água

 

Preparação na Bimby:

Coloque a água e o óleo no copo juntamente com o fermento e aqueça 2 Min 37º na Vel 1.

Adicione as farinha e o sal e amasse 3 Min na função Espiga.

Retire para um recipiente polvilhado com farinha. Tape com um pano e deixe levedar durante cerca de uma hora, até aumentar o volume para quase o dobro.

Volte a amassar e forme uma bola.

Coloque o pão num tabuleiro forrado com papel vegetal, polvilhe com um pouco de farinha e deixe repousar por mais meia hora, pelo menos.

Faça uns cortes ncom uma faca bem afiada e coza em forno pré-aquecido nos 200º durante cerca de 40 minutos.

 

Dicas: Desfrute de uma fatia deste pão barrada com queijo creme, doce e alguns frutos vermelhos.

 

Método tradicional:

Coloque as farinhas num recipiente. 

Abra uma cavidade no centro e adicione o óleo, a água, o sal e o fermento. Misture com uma colher de pau até obter uma massa consistente e formar uma bola.

Retire para um recipiente polvilhado com farinha. Tape com um pano e deixe levedar durante cerca de uma hora, até aumentar o volume para quase o dobro.

Volte a amassar e forme uma bola.

Coloque o pão num tabuleiro forrado com papel vegetal, polvilhe com um pouco de farinha e deixe repousar por mais meia hora, pelo menos.

Faça uns cortes ncom uma faca bem afiada e coza em forno pré-aquecido nos 200º durante cerca de 40 minutos.

 

Dicas: Desfrute de uma fatia deste pão barrada com queijo creme, doce e alguns frutos vermelhos.

pão mistura integral5.jpg

pão mistura integral8.jpg

pão mistura integral13.jpg

pão mistura integral15.jpg

 

 

Bolo de chocolate, ameixas e uma viagem às origens dos macarons

ameixas com merengue44.jpg

Porque não se pode ser feliz sem evolução, sempre que posso invisto em pequenas formações e workshops. Não é novidade para vocês, que me seguem, o meu fascínio pelo mundo da pastelaria.

Apesar de já ter conseguido elaborar alguns macarons aceitáveis, decidi fazer um curso online, no qual aprendemos desde a história e origem dos macarons às melhores receitas, daqueles macarons perfeitos e bonitinhos que se encontram nas pastelarias parisienses, mas também dos seus  "antepassados". Com alguns exercícios práticos que consistem na elaboração de algumas dessas receitas mais clássicas, hoje foi dia de, mais uma vez, fazer merengue italiano, que serve como base dos macarons que conhecemos hoje em dia.

O desafio é utilizar o merengue italiano, conhecido pelo seu sabor e resistência que, ao ser cozido com a adição da calda de açúcar a ferver, não necessita de ir ao forno.  

E assim surgiu esta receita sem nome: restos de bolos que congelo e umas ameixas (importadas, claro) daquelas bem escuras,  que me piscaram o olho na minha última ida ao supermercado, com um manto bem esponjoso deste delicioso merengue.

 

Ingredientes:

1 bolo de chocolate com 20 cm de diâmetro

75 ml de vinho do Porto

4 ameixas vermelhas bem maduras

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

50 gramas de margarina

 

Ingredientes para o merengue italiano:

3 claras de ovos M a temperatura ambiente

200 gramas de açúcar

40 ml de água

 

Preparação:

Lave as ameixas e corte-as em quartos. Retire o caroço.

Numa taça de servir, coloque o bolo de chocolate e regue-o com o vinho do Porto.

Leve a margarina ao lume num tacho e, assim que derreter, adicione as ameixas. Deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, durante cerca de 3 minutos.

Adicione o açúcar e deixe cozinhar por mais 5 minutos.

Disponha as ameixas em cima do bolo e reserve o molho da caramelização.

Para o merengue, separe 40 gramas de açúcar.

Faça uma calda de açúcar, levando o restante açúcar juntamente com a água ao lume num tachinho antiaderente e, assim que atingir os 100º (ajude-se de um termómetro), comece a bater as claras. Quando as claras começarem a ficar firmes, adicione os 40 gramas de açúcar reservado, em forma de chuva, e bata mais um pouco.

Assim que a calda de açúcar atingir os 120º, SEM PARAR  de bater, adicione-a às claras e bata, até obter um merengue firme, brilhante e que este esteja a temperatura ambiente (cerca de 5 a 7 minutos).

Com a ajuda de uma colher, disponha o merengue por cima das ameixas.

Dê um pouco de cor com um maçarico e sirva regado com o molho das ameixas por cima.

ameixas com merengue12.jpg

ameixas com merengue14.jpg

ameixas com merengue17.jpg

ameixas com merengue21.jpg

ameixas com merengue26.jpg

ameixas com merengue34.jpg

ameixas com merengue36.jpg

ameixas com merengue39.jpg

ameixas com merengue42.jpg

ameixas com merengue44.jpg

 

 

 

Nova coleção PARFOIS Desert