Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ad

Pão doce de Gim com zimbro

Ontem, navegando na internet um colega encontrou  a receita de um bolo de gin e eu pensei... "Se se podem fazer bolos, porque não pão?"
E cá está, hoje coloquei as mãos na massa e deu nisto, um pão de miolo fofo e aromático, protegido por uma côdea crocante. Uma excelente opção para comer com manteiga ou compota, mas também simples!
 
Ingredientes:
600 gramas de farinha tipo 65 sem fermento
50 ml de Gin
2 ovos inteiros
75 gramas de manteiga a temperatura ambiente
8 gramas de fermento seco de padaria
2 colheres de sopa de açúcar mais algum para polvilhar
1 colher de chá de sal fino
150 ml de leite
1 colher de chá de bagas de zimbro
Óleo q.b para pincelar
 
Preparação:
Ferva o leite juntamente com as bagas de zimbro, retire, espere até amornar e passe por um coador.
Num recipiente, coloque a farinha;
Abra uma cavidade no centro e coloque nela o leite, o fermento, a manteiga, o gin e o açúcar. Bata ligeiramente os ovos com o sal e adicione também.
Misture todos os ingredientes, inicialmente com a ajuda de um garfo.
À medida que a massa for ganhando corpo, amasse com as mãos.
Passe a massa para uma bancada polvilhada com farinha e trabalhe-a durante cerca de 5 minutos, esticando-a bem.
Forme uma bola e transfira a massa para um recipiente untado com um pouco de óleo. Tape com película aderente e deixe levedar em local morno até atingir o dobro do volume.
Com as mãos untadas em óleo, divida a massa em três partes iguais e tenda três cilindros. Entrance-os e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal. Deixe repousar durante mais uma hora.
Pincele com óleo e polvilhe com açúcar e leve a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 35 minutos.

 

Pão de batata e tomate com azeite e queijo de cabra

Quem me conhece sabe que se há coisa que não falta cá em casa é queijo!
O resultado da experiência de hoje foi este pão, de massa húmida, suave e adocicada, contrastada pela acidez do tomate colocado na parte superior. 
 
Ingredientes:
300 gramas de batata descascada cortada em cubos
150 ml de leite morno
1 dl de azeite
1 colher de sopa de açúcar
300 gramas de farinha tipo 65 s/ fermento mais alguma para polvilhar
25 gramas de fermento fresco de padeiro
2 dentes de alho picados
4 tomates em cacho
1 queijo de cabra redondo
tomilho q.b
Sal q.b
 
Preparação:
Coza as batatas em água temperada com sal.
Escorra e coloque-as na taça da batedeira.
Coloque a pá e ligue numa velocidade média. Bata durante cerca de 2 minutos.
Adicione o leite, o fermento, metade do azeite, 1 colher de chá de sal e a farinha e amasse durante cerca de 2 minutos.
Passe a massa para um recipiente polvilhado com farinha, tape com película aderente e deixe repousar num local quente (em cima do aquecedor ou ao pé da lareira) até duplicar o volume.
Entretanto, corte 3 tomates em cubos com cerca de 1 cm.
Aqueça uma frigideira com um fio de azeite. Adicione os alhos picados e os tomates aos cubos.
Deixe cozinhar durante cerca de 2 minutos. Adicione o açúcar e o tomilho e retifique os temperos.
Quando a massa tiver levedado, coloque-a numa bancada polvilhada com farinha;
Estenda um pouco com o rolo ou com as mãos passadas por farinha e barre com o molho de tomate;
Corte o queijo em rodelas e distribua-o na massa, por cima do tomate.
Enrole e transfira para uma forma forrada com papel vegetal.
Corte o último tomate em rodelas e distribua-o por cima do pão.
Regue com um fio de azeite e leve a cozer em forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 50 minutos.
Deixe arrefecer um pouco antes de cortar.

 

Tarte folhada de alheira e Cantharellus

 

Esta é a minha forma de celebrar o fim do inverno, com dois ingredientes que identificam tão bem esta estação. Uma refeição rápida, económica e deslumbrante.
 
Ingredientes:
1 alheira grande (250 gramas) das Boas! :)
250 gramas de cogumelos silvestres (usei cantharellus)
2 dentes de alho picados
6 folhas de massa Filo
100 ml de azeite mais algum para pincelar
75 ml de natas
Sal e pimenta q.b
 
Preparação:
Retire a pele à alheira e desfaça-a em pedaços, com as mãos. Reserve;
Leve uma frigideira ao lume e, quando estiver bem quente, coloque a alheira. Vá mexendo e deixe cozinhar até obter uma crosta e soltar a gordura e essências. Sem retirar a alheira, adicione o azeite e os alhos picados e tempere com sal e pimenta. Deixe dourar um pouco o alho;
Adicione os cogumelos e deixe cozinhar, mexendo, durante cerca de 5 minutos.
Adicione as natas, retifique os temperos e deixe cozinhar por mais 2 a 3 minutos, até as natas reduzirem um pouco.
Pincele um pyrex com azeite.
Numa bancada limpa, coloque uma folha de massa filo. Pincele com azeite, sobreponha outra folha e repita o processo, até ter duas "pilhas" com 3 folhas, pincelando entre cada adição e por cima.
Forre o pyrex com metade da massa.
Coloque a mistura dos cogumelos e alheira na forma e tape com a massa restante.
Feche, fazendo alguma pressão na massa que sobressai das paredes do pyrex e, com a ajuda de uma faca, faça uns cortes decorativos.
Leve a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 20 minutos, até ficar dourado e crocante.
Sirva com salada.

 

Empanada de atum

Esta entrada não falta em lanches salgados cá em casa. De massa fina e recheio saboroso é, sem dúvida, um dos cartões de visita dos nossos vizinhos galegos.
Experimente trocar o atum por bacalhau e passas ou por tirinhas de frango temperadas com um pouco de caril ;)
 
Ingredientes para a massa:
600 gramas de farinha com fermento
100 gramas de manteiga
250 ml de leite morno
1 colher de chá de sal
1 ovo
1 gema
 
Para o recheio:
2 cebolas médias
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
2 dentes de alho picados
100 ml de azeite
200 gramas de atum em conserva
Sal q.b
 
 
Preparação:
 
Corte as cebolas em meias luas e os pimentos em tiras com aproximadamente o mesmo tamanho da cebola para uma frigideira.
Adicione os alhos picados e o azeite e leve a fogo médio, mexendo, durante cerca de 10 minutos, até a cebola começar a ficar transparente.
Adicione o atum, mexa e tempere de sal.
 
Entretanto, trate da massa:
Coloque num recipiente a farinha. Abra uma cavidade no centro e adicione o ovo inteiro, a manteiga e o sal; misture um pouco.
Adicione o leite e amasse até formar uma bola com a massa e esta se descolar das paredes do recipiente. Adicione mais farinha, se for necessário. Deixe repousar durante cerca de 15 minutos.
Divida a massa em duas partes iguais;
Estenda e coloque uma parte num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Distribua o recheio e cubra com a massa restante. Junte as extremidades e enrole para fechar com a ajuda dos dedos.
Dilua a gema de ovo com uma colher de sopa de água e pincele a empanada.
Leve a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 25 minutos.

 

 

Nova coleção PARFOIS Desert