Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ad

Espetadinhas de morcela e abacaxi com salada de espinafres baby e chalota

E pronto, hoje foi mais um daqueles dias em que me deu vontade de experimentar algo novo. Que os produtos da Salsicharia Deu-la-Deu são de qualidade extra já eu sabia, mas ainda não tinha experimentado a morcela sem ser cozida. Tinha também um ananás mesmo no ponto em casa e, para cúmulo, hoje fui assediado por uma broa de Avintes durante a visita de estudo ao Bolhão, pelo que não pude evitar trazer um bocadinho para casa... :) Ah, ainda há mais!!! Como sabem, sou cliente assíduo da Flores da Aldeia, que além de fantásticos trabalhos com flores, se dedicam também à produção de alguns hortículas, sem pesticidas nem adubos químicos. O que é que elas tinham prontinho a colher?? Uns espinafres baby e chalotas tenrinhas, mesmo no ponto e que eu próprio tive o prazer de arrancar..
O resultado foi uma entradinha individual, onde cor, contrastes e natureza não faltam!
Ingredientes para 4 pessoas:
1 morcela
200 gramas de abacaxi
Folhas de espinafres baby
4 chalotas tenras
4 Fatias de broa de Avintes
Sal q.b

Azeite q.b

Cortamos a morcela em rodelas grossas, com cerca de 2 cms.
Descascamos o ananás, retiramos o caroço e cortamos em pedaços de tamanho aproximado às rodelas de morcela; reservamos. 
Limpamos as chalotas tenras de sujidade, lavamos, cortamos a parte verde da rama e cortamos ao meio na longitudinal.
Num palito grande, alternamos o ananás com a morcela, repetindo até usarmos todos os ingredientes.
Ligamos a chapa elétrica ou uma frigideira e deixamos aquecer bem. Colocamos um fio de azeite e, seguidamente colocamos as espetadas e as chalotas. Deixamos durante cerca de 3 a 4 minutos, até dourar, viramos e deixamos corar mais um pouco.
No prato, dispomos os espinafres e temperamos com um pouco de sal e regamos com um fio de azeite e o suco de grelhar as espetadas. Ao lado, colocamos uma fatia de broa, na qual espetamos uma das nossas delícias de morcela e ananás.


Creme de favas com beterraba e croutons

Porque para cozinhar uma boa sopa não é sinónimo de horas ao fogão, este tipo de cremes faz-se bem rápido. Em menos de meia hora temos um creme suave e reconfortante, uma boa opção para o jantar depois de um longo dia de trabalho.
Ingredientes para 4 pessoas:
600 gramas de favas sem a pele
1 cebola média
50 ml de azeite
sal e pimenta branca q.b
1 beterrraba cozida
1,2 litro de água
Para os croutons:
Restos de pão duro
Azeite q.b
1 raminho de salsa
1 dente de alho
Cortamos a beterraba em cubinhos com cerca de 5 mm de lado; reservamos.
Descascamos a cebola, cortamos em quartos e colocamos num tacho/panela juntamente com as favas e 50 ml de azeite. Levamos ao lume e deixamos refogar durante 5 minutos a fogo médio. Adicionamos a água,  temperamos com sal e deixamos cozinhar durante cerca de 20 minutos. Trituramos com a varinha mágica, retificamos de sal e juntamos um pouco de pimenta branca moída.
Para os croutons, cortamos o pão em cubos com cerca de 1 cm de lado. Picamos o alho e  a salsa finamente. Aquecemos uma frigideira, colocamos um fio de azeite e, seguidamente, o alho e a salsa picados. Quando o alho começar a "estalar", adicionamos o pão, e vamos mexendo até que este absorva a gordura e fique dourado.
Servimos a sopa e no centro do prato ou tigela dispomos alguns cubinhos de beterraba e croutons. Podem decorar com rebentos de ervas aromáticas ou vegetais. Na foto são agriões baby, gentileza da Flores da Aldeia.
Base da Pedaços de Cortiça

Charlotte de morango

Parece que o calorzinho veio finalmente para ficar. Em época de morangos é inevitável não recorrer a eles, uma vez que há uma infinidade de opções para este pequeno fruto de que todos tanto gostamos. Hoje foi a vez de fazer uma charlotte, que alguns fazem com palitos de champagne, mas eu prefiro fazer com bolinho caseiro.
Ingredientes para o bolo:
4 ovos
200 gramas de açúcar
175 gramas de farinha
Para o creme:
500 gramas de morangos
200 gramas de açúcar
350 ml de natas
5 folhas de gelatina neutra
Mirtilos e menta para decorar
Para o crumble:
100 gramas de bolacha digestiva ou outra
25 gramas de manteiga

Lavamos os morangos e cortamos em metades, reservando alguns para decorar; Colocamos num tacho, juntamente com 200 gramas de açúcar e 50 ml de água. Levamos ao lume e deixamos ferver durante cerca de 8 minutos. Trituramos com a varinha mágica. Colocamos as folhas de gelatina num recipiente com água fria durante cerca de 5 minutos; escorremos e adicionamos ao puré de morangos; mexemos bem e reservamos.
Ligamos a forno a 180º. Untamos um tabuleiro grande com manteiga, forramos com papel vegetal e voltamos a untar. Num recipiente, batemos os ovos juntamente com o açúcar até triplicar de volume e formar um creme esbranquiçado. Cuidadosamente, envolvemos a farinha com a ajuda de uma colher. Vertemos o preparado no tabuleiro e cozinhamos durante cerca de 15 a 20 minutos.
Quando a base estiver cozida, retiramos do forno e deixamos arrefecer um pouco. Barramos ligeiramente com um pouco do puré de morangos e enrolamos como uma torta normal, fazendo alguma pressão; deixamos repousar até arrefecer.
Cortamos a torta em fatias com aproximadamente 1 cm de espessura e forramos com elas o fundo e paredes de uma forma com fundo amovível.
Batemos as natas até ficarem firmes, momento em que adicionamos metade do puré de morangos e misturamos bem. Despejamos na forma forrada com a torta e levamos ao congelador durante cerca de 20 minutos. Retiramos do congelador e acabamos de encher a forma com o restante puré de morangos, formando uma capa gelatinosa. Voltamos a reservar no congelador durante mais meia hora.
Para o crumble, trituramos as bolachas e colocamos numa frigideira juntamente com a manteiga até que a mesma seja completamente absorvida pelas bolachas e estas ganhem uma cor dourada. Retiramos do fogo e reservamos.
Um pouco antes de servir, decoramos com o crumble, os mirtilos, alguns morangos e folhas de menta.

Bolo húmido de Chocolate para Culinária Nestlé com morangos e creme de amendoim

Hoje foi mais um daqueles dias em que me atacou a vontade de fazer um bolinho... Quando entrei no supermercado, lá estava a prateleira da manteiga de amendoim a sorrir para mim. Pensei "Ai é?" e coloquei logo um frasco no cesto; mais à frente, uma fantástica oferta de morangos e como ainda tinha algumas barras de Chocolate para Culinária Nestlé, acho que o resultado está à vista ;)

Se quiserem ajudar-me a ganhar fantásticos prémios para celebrar o #Worldbakingday com a Vaqueiro, basta fazer clic AQUI e votar neste bolinho ;) Bast
Ingredientes para o bolo:
5 ovos
350 gramas de açúcar
150 gramas de Chocolate para culinária Nestlé
100 gramas de Vaqueiro líquida
90 gramas de farinha para bolos Nacional
Para o recheio e cobertura:
200 ml de natas para bater
600 gramas de morangos
100 gramas de manteiga de amendoim
50 gramas de açúcar em pó
Para o bolo:
Derretemos o chocolate em banho-maria; adicionamos a Vaqueiro líquida e misturamos até ficar homogéneo e reservamos.
Untamos duas formas do mesmo tamanho (16 a 20 cm) com manteiga e polvilhamos com farinha.
Numa tigela, batemos os ovos com o açúcar até obtermos um creme esbranquiçado e fofo; adicionamos o chocolate, misturando bem. Cuidadosamente, adicionamos a farinha para bolos Nacional, envolvendo. Distribuimos o preparado pelas formas untadas e cozinhamos em forno pré-aquecido a 170º durante cerca de 30 minutos. Tenham em atenção que não queremos que o bolo fique completamente cozido, mas sim um pouco húmido. Desenforma-se quase frio.
Para o recheio:
Lavamos os morangos, cortamos metade em cubos e reservamos. Numa tigela, batemos as natas até ficarem firmes; juntamos 40 gramas de açúcar em pó e a manteiga de amendoim e batemos mais um pouco.
Para a montagem, colocamos uma parte de bolo, barramos com o creme de amendoim e cobrimos com os morangos cortados em cubos. Sobrepomos o outro bolo, barramos com o creme e decoramos com os restantes morangos. Na hora de servir, polvilha-se com o restante açúcar em pó.

Nova coleção PARFOIS Desert