Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ad

Molho agridoce

Como grande apreciador da cozinha oriental que sou, os pratos agridoces dão-me sempre a volta à cabeça; Confessem, nunca misturaram presunto e compota de figos, por exemplo? ;) O contraste do doce com o salgado e um toque de picante são, para mim, misturas extasiantes. Depois de ter provado um molho agridoce em casa de amigos, decidi fazer a minha versão, utilizando umas malaguetas originárias do Brasil. Com esta quantidade fiz molho suficiente para um frasco de 250 ml. Ideal para acompanhar carne de porco, aves, uns camarões fritos ou legumes em tempura.
Ingredientes:
250 ml de vinagre de vinho tinto ou de frutas
100 grs de açúcar branco
175 grs de açúcar amarelo
1 dente de alho
25 grs de gengibre fresco
2 malaguetas pequenas frescas ou em conserva
Num tacho, colocamos o açúcar branco e o amarelo; vertemos por cima o vinagre e levamos ao lume durante cerca de 8 minutos. Descascamos o alho e o gengibre, picamos e adicionamos ao vinagre; adicionamos também as malaguetas abertas e sem sementes. 
Deixamos ferver mais 5 minutos e retiramos do lume. Quando frio, podem guardar em frascos de vidro esterilizados, ou no frigorífico.


Salada de grão primaveril

Há já algum tempo que a Jacinta me pediu a receita de uma entrada com grão que lhe servi no verão; como não me lembro ao certo dos ingredientes, recriei-a. É uma excelente opção para entrada, mas também como prato principal e até mesmo indispensável na marmita dos pic-nics que todos estamos ansiosos por começar a fazer, assim que o tempo o permitir. Podem utilizar os ingredientes de que mais gostarem. Nesta versão, aproveitei algumas das coisas que tinha na despensa. Se for consumida como entrada rende para 4 a 5 pessoas, mas se for o prato principal, estas quantidades serão adequadas para apenas dois comensais. 
Ingredientes:
400 grs de grão cozido escorrido (1 frasco)
1/2 cebola em meias luas fininhas
1 colher de sopa de salsa picada
2 colheres de sopa de sultanas
1/2 maçã 
50 grs de queijo da ilha
50 grs de fiambre de porco ou peru
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
Sal e pimenta q.b
Colocamos o grão numa saladeira; Cortamos a maçã, o queijo e o fiambre em cubinhos de aproximadamente meio centímetro de lado e adicionamos ao grão. Juntamos a cebola e a salsa picada, bem como as sultanas. 
Teperamos com sal, pimenta,  azeite e o vinagre balsâmico. Misturamos bem e empratamos. 
Para acompanhar, nada melhor que uma fatia grossa de pão tostada na frigideira com um pouco de azeite.



Dourada ao sal com arroz cremoso de legumes

Parece que aquela lasanha vegan despertou o meu lado saudável :) No fundo, fazer comida saudável não dá mais trabalho, pelo contrário: são preparações mais simples e o resultado final fica muito colorido, pois podemos utilizar uma enorme variedade de legumes. Este é, para mim, o método mais simples para preparar este tipo de peixe, uma vez que, ao ser um peixe gordo, o sal ajuda a reter a humidade e o resultado é um peixe saboroso e suculento, sem necessidade de outros temperos.
Ingredientes para 4 pessoas:
2 douradas com 400 grs cada uma
1,5 kg de sal grosso
1 cenoura 
1 alho francês
1 courgette
200 grs de arroz
azeite
sal e pimenta
açafrão
Salsa fresca
Humedecemos o sal com um pouco de água, cobrimos o fundo de um tabuleiro ou pirex; colocamos em cima as douradas limpas e cobrimos com o resto do sal, fazendo pressão para ficarem bem cobertas; assamos em forno a 200º durante cerca de 40 minutos.
Para o arroz, aquecemos um tacho; colocamos um pouco de azeite e adicionamos o alho francês cortado em rodelas. Seguidamente, juntamos a cenoura cortada em juliana, deixamos cozinhar uns 2 minutos e adicionamos a courgete, também cortada em juliana; deixamos cozinhar uns 3 minutos e temperamos com sal e pimenta.
Juntamos o arroz, mexemos um pouco, adicionamos a água, sendo que em princípio utilizaremos 3 vezes o volume do arroz; retificamos os temperos, adicionamos o açafrão e deixamos cozinhar cerca de 17 minutos.
Retiramos o peixe do forno, quebramos a crosta de sal e extraímos os filetes do peixe, com cuidado para ficarem inteiros.
Para empratar, colocamos um pouco de arroz, salpicamos com um pouco de salga picada grosseiramente em em cima, colocamos o filete da dourada.


Quiche com gengibre e rúcula

Naqueles dias em que não nos apetece fazer um jantar muito complicado, esta é a solução ideal. Recomendo ter sempre uma ou duas embalagens de massa areada no frigorífico, pois é muito versátil e podemos usá-la para empanadas, quiches, tartes doces e até mesmo para uns salgadinhos. Na preparação desta quiche e, para torná-la ainda mais rica, adicionei um pouco de fiambre e queijo, mas podem fazer apenas com legumes. É também uma excelente opção para aproveitar legumes já cozinhados que tenham sobrado de outra refeição.
Ingredientes:
1 base de massa areada4 ovos
100 ml de natas
1 cenoura
1 courgete pequena
1 alho francês
15 grs de gengibre
50 grs de fiambre de perú
50 grs de queijo
50 ml de azeite
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
1/2 colher de sopa de mel
Rúcula 
Sal e pimenta q.b
Limpamos e cortamos todos os legumes em juliana (tirinhas com aproximadamente 4 cms de comprimento e 3 mm de espessura), separadamente.
Aquecemos o Wok ou frigideira, colocamos 2 colheres de azeite e, seguidamente, o gengibre também em juliana; deixamos puxar um pouco e adicionamos os legumes, tendo em conta a textura dos mesmos, pelo que começamos por adicionar a cenoura, deixamos cozinhar uns 3 minutos e, então juntamos o alho francês e a courgete. Salteamos uns 3 minutos e temperamos com sal e pimenta. Cortamos o fiambre em cubinhos e adicionamos. Desligamos o fogo.
Forramos uma forma de tarde com a massa e colocamos nela os legumes salteados. Batemos os ovos juntamente com as natas; temperamos com sal e pimenta; vertemos os ovos na forma, em cima dos legumes. Polvilhamos com o queijo também cortado em cubos e cozinhamos em forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 minutos, até que fiquem bem dourado e os ovos coagulados.
Preparamos o molho: Misturamos muito bem o mel com o vinagre balsâmico e o restante azeite. Cobrimos a quiche com a rúcula e regamos com o molho.

Nova coleção PARFOIS Desert

Pág. 1/4